On domingo, 13 de dezembro de 2009








Neste segundo capítulo de "Onde está deus?", apresentarei uma bela paisagem....
Deus lá todo deitadão,
curtindo aquela imagem bela,
muito fácil de ver o senhor lá...
Tudo muito próspero e feliz,
um verdadeiro paraíso
e logo em seguida clicando no
Link da segunda imagem eu também gostaria de ver onde estaria o nosso amigo imaginário
e todos os outros deuses na imagem.....
Se conseguir dizer és um gênio!



Agora clique AQUI e diga-me onde por um acaso está deus, oxossi, alah, buda?

Seja lá quem pudesse não ter tanta raiva destas crianças, e me dizer onde está a justiça? Não fique chateado, é uma pergunta que parece cruel mas tentam fazer com que não a faça a si mesmo, seu dinheiro tem poder!
Prepare-se para ver todas os deuses de uma vez só tentando fazer alguma coisa por essas criaturinhas que são horríveis pecadoras, não as olhe com pena, nem os deuses olham. Mas se olhar, parabéns. Ganho o diploma "SOU MELHOR QUE O(S) DEUS(ES)".




Camisas Vero

9 comentários:

Marcelo Guedes disse...

Há um equívoco em considerar manifestações mágicas divinas.

A maior manifestação de Deus na Terra é justamente o homem. Deus age através de nós, quando estamos em sintonia com ele.

Quase a totalidade da humanidade não está em sintonia, e age por conta própria. Temos livre-arbítrio.
Por isso temos miséria no mundo, devido ao egoísmo e a vaidade individual, que bloqueia a ação divina de manifestar-se sobre a Terra.

Deus age quando uma Madre Tereza de Caucutá age. Deus não age quando nos preocupamos em demasia com o consumismo, carros novos e luxo.

Fabenrik disse...

Deixe-me ver se entendi seu ponto de vista Marcelo? Quando é bom é ele? Quando não é o homem? Dessa forma pode atribuir as ações boas a qualquer tipo de coisa, pode ser minha vontade, pode ser oxossi, pode ser o deus macarrão... pode ser tanta coisa...
Está a dar crédito as graças a uma figura imaginária amigo.
Desculpe a franqueza mas está em um blog ateu e deveria de esperar isso.
Porém se não vê é pq realmente não quer. Mas será mais feliz sem esses dogmas.
E quanto ao livre-arbítrio ele é análogo a chamada vontade de deus, eu falei sobre isso em minha postagem: Ao orar/rezar pode estar contra deus.


Fabenrik
ateu e a toa

Fabenrik disse...

Desculpe, ai esquecendo, volte sempre amigo, seu ponto de vista é importante!
Com certeza
Um abraço

Isac Soares disse...

o problema ai é que todo mundo enxerga deus só no que é bonito, só no que parece perfeito, porque estão acostumados a ouvir falar só de uma deus amoroso. Mais na propria biblia Deus manda matar e mata cidades inteiras incluindo mulheres e crianças. O Deus que eu conheço é acima de tudo justiça. Se essas criança estão na pobreza, trabalhando e passando fome é porque seus pais não plataram, e os filhos colhem os que os pais plantam. Mas se os pais não tem como trabalhar é por causa do governo do local, e um povo tem os governantes que merecem. Você não pode achar justo que essas crianças pagem pelos pais, mas conserteza achou justo a educação, e alimentação e a moradia que seus pais que derem. Seus pais nesse aspecto plantaram coisas boas e você conheu coisas boas, se os pais dessas crianças plantaram coisas vis é justo que conham coisas desagradaveis.

Fabenrik disse...

Não existe justiça nisso, um deus todo amor permitir isso, não tem realmente justiça alguma, acha q a criança merece isso? É muito fácil pensar isso, sem estar no lugar dela, pois se tivesse ia olhar para o seu redor e para seus pais e aceitar essa "justiça" divina? Se rezar não está aceitando.

As graças e desgraças devem ser atribuídas ao mesmo deus, em caso contrário troque o que pensa de deus, por qualquer outra coisa que fará o mesmo sentido.

Exemplo: deus me ajudou a passar na prova pq eu pedi a ele.
Troque por: baleia mágica. A baleia mágica me ajudou a passar na prova pq eu pedi a ela.

Mas se eu não passei foi culpa minha.
Lamentável que a essa altura, 2009 alguém ainda pense que as coisas sejam atribuídas a um deus.


Feliz Natal, papai noel vai descer pela sua chaminé!

Fabenrik
ateu e a toa

Don Juan disse...

deus está bem ali agachado depois da terceira moita na margem esquerda do rio, arriando um legítimo cagalhão abençoado. Todo crente fervoroso e firme na palavra deve orar para ser atingido pela sagrada bosta celestial.
Uma pergunta: se deus fez o homem à sua imagem e semelhança, ele deve ter bunda e cú. Se tem cú, tem que cagar. Qual é o cheiro do Divino Barro?

Fabenrik disse...

@Don Juan
Cara me arrancou algumas boas risadas aqui.
Nunca vi deus por essa perspectiva.

fabenrik
ateu e a toa

Marcelo Guedes disse...

@Fabenrik

> Deixe-me ver se entendi seu ponto de vista Marcelo? Quando é bom é ele? Quando não é o homem?

O sentimento de abnegação individual por um bem coletivo é Ele, digamos assim. O sentimento de fraternidade. Nos dois casos é o homem. Mas um é o homem individualista. No outro é o homem coletivo.

A maioria dos ateus dizem que Deus não existe porque ele não se manifesta de forma avaliável por alguns dos nossos 5 sentidos. Isso é errado, pois primeiro assume-se que todo o universo é 100% avaliável por algum dos nossos 5 sentidos (vide elementos como a matéria negra do universo, em que só sabemos as consequências. Existem verdades que não são diretamente perceptíveis por nós humanos, só constatadas com ajuda de algum raciocínio, estudo ou abstração). Certa vez um ateu me disse que só acreditaria em Deus se ele aparece em um estádio dizendo "Eu sou Deus". Visão e audição neste caso. Isso nunca irá acontecer.

> Está a dar crédito as graças a uma figura imaginária amigo.

Uma corda da teoria das cordas da física quântica é real ou imaginária? Uma verdade ou uma abstração?

> Desculpe a franqueza mas está em um blog ateu e deveria de esperar isso.

Exato =) Estou perfeitamente ciente disto. Estou em um blog ateu justamente pra ler posicionamentos contrários ao meu. Afinal, como avaliar encontrar a verdade se você só lê, aprofunda e se interessa pela sua verdade individual?

> Porém se não vê é pq realmente não quer.

Você está considerando a sua verdade como absoluta. Respeito sua opinião (e lê-lo já é um enorme sinal de respeito), mas entenda que a sua filosofia pessoal não consegue atingir o todo. Nem a minha, claro. Posso te dizer a mesma coisa: Se não vê Deus (como vejo) é pq realmente não quer. Nem eu estou totalmente certo. Nem você está.

> Mas será mais feliz sem esses dogmas.
E quanto ao livre-arbítrio ele é análogo a chamada vontade de deus, eu falei sobre isso em minha postagem: Ao orar/rezar pode estar contra deus.

Você resumiu muito brevemente conceitos e ideias que dão livros e discussões para horas. Aliás, diversos artigos. Seria legal lê-los. Há um certo tom de desdém. Remova este desdém e vai compreender melhor o que significam. Não há espaço aqui para uma contra resposta maior (já falei muito), então vou parar por aqui. Até porque, o espaço é seu =]

Muito obrigado pela resposta e pelo blog.

Fabenrik disse...

@Marcelo Guedes
Pensar em um deus que lhe seja mais confortável é algo que todos os religiosos fazem, sem tirar nem por.
Ficar em cima do muro e abster-se de responder por achar a questão muito acima de nossa compreensão, é fugir, se todos fugissem os raios ainda seriam divindades.


Deus não está naquela foto e em nenhum lugar.
Se seu deus pode ser o quê e não quem, e não tem uma consciência divina, então chama de deus pois quis conceituar assim.

Não é minha verdade individual Marcelo, não quero impor isso para você. Mas é a verdade. Nua e crua.
E se não fosse assim certamente não estaria lendo essas palavras.


O que eu passo aqui no blog é que não precisamos intelectualizar o ateísmo. Divulgo algumas coisas contrárias à isso muitas vezes através de brincadeiras mas o maior motivo é rir, e esse já é um conceito subjetivo sobre ser intelectual ou não para ser ateu. Muitos pensam o oposto. Em um futuro longe ou próximo depois de deixarmos de acreditar em Papai Noel, para sermos mais maduros deixaremos de acreditar em deuses.
Escrever livros e livros, podemos fazer sobre qualquer assunto. Sabes bem disso.

Sobre teorias, leis e postulados físicos, nem sempre foram assim, houve um estudo em cima, e em grande maioria dos casos como citei sobre raios, certos fenômenos estavam em mãos da religião, a história está aí para provar que o único a opor-se ao progresso e as descobertas verdadeiras do mundo foi e será a religião. Por isso eu e muitos outros ateus são contra, fora as matanças em nome da mesma, mas não é o foco.

Se deus aparecesse em um estádio eu ainda assim não o seguiria ao menos que assumisse não ser dotado de justiça, nem amor, que assumisse estar longe de uma perfeição. Nesse caso sim cogitaria a hipótese.

Apesar de sua opinião muito diferente, agradeço muito sua visita, quero mesmo esses debates. Espero que venha sempre para trocarmos uma idéia. Desculpe pelo desdém mas não é direcionado à sua pessoa e sim a crença em si.

Fabenrik
ateu e a toa

Postar um comentário

Antes de postar, conheça as "Regras", por favor.