On terça-feira, 20 de setembro de 2011

Deus na berlinda...
As perguntas que você sempre quis fazer!

Com seu intelecto limitado, Homer foi ousado ao questionar a bondade de Deus (leia aqui), mas isto foi só o começo. Bastou o Todo-Poderoso dar uma única oportunidade de ser questionado para a coisa ficar ainda mais complicada para sua constituição como ser divino.
Desta vez Homer lança interrogações sobre os atributos que fazem Deus ser Deus. Onisciente, onipresente, onipotente? Até onde isto faz sentido? É claro que Homer vai ter que ir devagar, destrinchando um a um tais atributos, até porque, Deus não foi muito generoso em dar-lhe inteligência suficiente para entender as coisas mais simples...
Se eu fosse como Deus, já teria perdido minha paciência e fulminado Homer por ele simplesmente ter pensado em me questionar (não sei como ainda não aconteceu), mas como eu nada pareço com este ser arrogante, grotesco, cruel, megalomaníaco e com ciúmes obsessivos, estou torcendo por Homer!
Vai Homer! "Bate, bate, bate na porta do Céu!" 

"O Senhor sabe de todas as coisas?"
- Homer: O senhor sabe mesmo todas as coisas?

- Deus: Claro que sim! Eu sei de todo o passado, conheço o presente e até mesmo o porvir! Nada se oculta aos meus olhos. Em meu vocabulário individual não há as palavras mistério ou desconhecido. Sondo a tudo e a todos.

- Homer: Não que eu duvide que o senhor saiba de tudo, mas pela bíblia pelo menos você demonstra não saber de tudo...

- Deus: Não vejo problemas na relação de minha onisciência e minha Palavra Incontestável e Sagrada!

- Homer: Então me explica... Se o senhor sabia que Lúficer ia te trair, se sabia que ele ia tentar o homem, se sabia que o homem cederia (eu nem posso julgar, pois teria comido o fruto proibido.... Ahhhhhh!), não poderia ter feito as coisas de um modo diferente, para tudo isto não acontecesse?

- Deus: Mas isto estava nos meus planos, eu já te disse dos meus planos...

- Homer: Ok, ok, são seus "belos planos"... mas por que mesmo sabendo das coisas o senhor faz perguntas tão idiotas quanto às que eu faço para a Lisa? 
O senhor sabia que Adão comeria o fruto proibido e, chegando pra ele, ficou perguntando por que estava escondido e se tinha comido mesmo o tal fruto...
Quando Caim matou Abel, por que o senhor foi até ele perguntar por Abel, já que sabia do assassinato, que foi motivado por sua causa e que não fez nada para impedir?
E quando pediu Abraão para sacrificar o próprio filho? O senhor disse que era para provar a fé dele, mas se já sabia de tudo, não saberia que a fé dele era verdadeira? Por que pediu uma prova de algo que já sabia?

- Deus: Isto faz parte de minha intervenção divina, Homer.

- Homer: Quer dizer que perguntar por fingimento algo que já se sabe não é errado, mesmo que isto cause sofrimento, traumas psicológicos e rixas familiares? Não pensou nisto quando pediu que um homem sacrificasse seu filho por amor ao senhor?

- Deus: Ah, Homer, esta conversa está ficando monótona...

- Homer: O senhor já sabia que ia ser monótona e mesmo assim aceitou iniciá-la, não é?

- Deus: Sim ,é!

- Homer: Pera aí, Senhor! Caímos num dilema aqui... tipo uns daqueles que a Lisa sempre tenta me explicar e eu nunca ouço...

- Deus: Agora eu te peguei, Homer! Para provar que eu sei de tudo, vou dizer o dilema que você está pensando:
" Se Deus sabe de todas as coisas, ele sabe até mesmo o que vai acontecer, sendo que vai saber até mesmo das vezes que irá intervir em algo. Sabendo tudo o que vai fazer e o que não vai fazer, a existência torna-se um roteiro inevitável tanto para Deus quanto para os homens, de forma que nem Deus pode mudar o futuro, pois se for mudar, saberá que irá mudar e não poderá de fato mudar o que já sabe que irá acontecer."

- Homer: É isto mesmo! Acertou em cheio! Se o senhor sabe mesmo de tudo, está sujeito a somente executar aquilo que vai acontecer.
Pera aí Deus! Isto levanta outra questão...

- Deus: Diga, Homer!

- Homer: Se o senhor é onisciente ao ponto de saber o que vai fazer, não pode mudar em nada seus planos, pois até o que iria mudar já estava planejado, tornando-se refém de seu conhecimento. Como então o senhor pode ser onipotente, já que não pode mudar o que definiu no princípio de tudo ou nada? Não seriam seus planos maiores que você mesmo? Os planos de Deus são o Deus de Deus, a quem deve seguir e servir inevitavelmente?

- Deus: Ah, Homer!! Eu sou Deus, sei de tudo, posso tudo e ponto final! Posso não te responder, não vou te responder e sei muito bem disto!!!

- Homer: Eu não sabia que o senhor era assim tão grosseiro... sendo que o fato de o senhor saber que seria deste jeito e não soubesse de uma forma de ser mais educado, mesmo sabendo e podendo todas as coisas, te torna pior. 
Depois a Marge diz que eu é que não tenho educação... Deus sabia que eu ia ser assim e me fez ser deste jeito assim mesmo. Não é minha culpa!

Camisas Vero

1 comentários:

Lohan_DAOS disse...

Tinham que fazer um episódio dos Simpsons assim! HAISEUHSAEIUHESA

Postar um comentário

Antes de postar, conheça as "Regras", por favor.